24 Hrs Ghost Story

446

 

Diretor: Wellson Chin

País: China (Hong Kong)

Ano: 1997

Na metade dos anos 90, no cinema de Hong Kong se popularizou o cinema de terror paranormal, envolvendo metodologias taoistas ou budistas (o filme mais conhecido desse gênero é o Troublesome Night, que teve várias continuações). 24 Hrs Ghost Story é uma comédia de terror, que foi feita por um dos diretores que tornou esse gênero popular.

vlcsnap-00001 vlcsnap-00002 vlcsnap-00003

Mo (Francis Ng) trabalha numa loja de conveniência e depois de alguns acontecimentos estranhos, ele percebe que a loja está mal-assombrada, o único que acredita nele é o policial Charlie (Dayo Wong) e juntos, vão tentar “exorcizar” a loja, mas os dois vão descobrir, que há muito mais do que um simples fantasma.

vlcsnap-00004 vlcsnap-00005 vlcsnap-00006

Esse filme não dá sustos, mas dá muitas risadas, as cenas cômicas funcionam muito bem (e são bem criativas) e até a história é bem interessante. O elenco é bom, além dos atores já citados tem o Simon Lui, Chin Ka-Lok, Jerry Lamb, Gigi Lai Chi, Helena Law (que apareceu em vários filmes desse tipo) e tem também, uma pequena cena bem divertida com o Michael Chow.

Anúncios

The Vampire Combat

208

 

Diretor: Wilson Tong

País: China (Hong Kong)

Ano: 2001

No começo do século, os cineastas de Hong Kong eram “obrigados” a fazer “blockbusters” com o estilo de um filme de Hollywood, The Vampire Combat tenta ser digno do filme Blade e apesar de ser produzido no ano 2001, o filme tem (quase) o mesmo estilo de um filme Honconguês feito no século passado.

vlcsnap-00001 vlcsnap-00002 vlcsnap-00003

Hsu Tao Yu (Andrew Lin) é o líder de um grupo de caçadores de vampiros, eles conseguem evitar o sacrifício da Piu Hung (Valerie Chow) pelo demônio Mao Lung (Lam Wai) e seu assistente, Wuchie (Collin Chou, também conhecido como Ngai Sing, no ocidente ele é bem conhecido por ter interpretado o Serafim no Matrix Reloaded e Matrix Revolutions). Um século depois, em Hong Kong, Hsu Tao Yiu, junto ao detetive do paranormal Tony (Jackie Lui) vão ter que proteger a re-encarnação da Piu Hung.

vlcsnap-00004 vlcsnap-00005 vlcsnap-00006

The Vampire Combat parece que foi feito no século passado, o filme começa com uma cena de luta que é quase digna de um filme da trilogia do Blade, mas infelizmente, o filme começa a perder energia depois a primeira cena. O elenco é bom (além dos atores já citados, tem a participação do Lo Lieh), os efeitos de computação gráfica são bem básicos (alguns parecem ser feitos com o Photoshop ou Flash) e as cenas de luta são bem coreografadas e infelizmente, as cenas de ação não são muitas e o roteiro não consegue tornar o resto do filme interessante e é uma pena, porque The Vampire Combat tinha o potencial de ser uma boa mistura de ação, artes marciais e terror.

Asian Connection

4

Diretor: David Lam & Yuen Tak

País: China (Hong Kong)

Ano: 1995

No cinema policial ocidental é bem comum ver filmes onde dois policias de métodos ou nacionalidades diferentes, se unem para resolver um determinado caso (varias vezes, esse gênero é chamado de “Buddy Cop”), também em Hong Kong foram produzidos filmes desse tipo, muitas vezes, sobre policiais de Hong Kong que se unem com outros policiais da China continental, Taiwan ou outros territórios vizinhos, Asian Connection é um deles.

vlcsnap-00001 vlcsnap-00002 vlcsnap-00003

Uma operação para prender um traficante acaba com a morte de um policial infiltrado e o roubo de cinco milhões de dólares do governo, Lee (Danny Lee) e Mike (Michael Chow) são enviados para Taiwan e ajudar a detetive Xiao-Nan (Jean Wang) e o capitão Ma Jiu (Chan Chung-Yung) no caso. Mike consegue encontrar o dinheiro roubado, mas “acidentalmente” ele se infiltra na gangue do traficante Chan Gin-Shui (Blackie Ko), enquanto isso, Lee e Ma Jiu tentam encontrar um jeito para acabar com essa rede de tráfico.

vlcsnap-00005 vlcsnap-00006 vlcsnap-00007

Surpreendentemente, os personagens do Asian Connection são bem desenvolvidos e as atuações são boas, Danny Lee e o ator taiwanês Chan Chung-Yung fazem um trabalho excelente. O filme possui uma mistura bem realista de idiomas e dialetos (cantonês, mandarim e inglês), ao contrário de vários filmes da época, onde todos os “estrangeiros” eram dublados em cantonês. As cenas de ação do Asian Connection não são nada de inovador, mas são decentes e violentas, as cenas de ação incluem alguns tiroteios bons.

Techno Warriors

26

 

Diretor: Philip Ko

País: China (Hong Kong)/Filipinas

Ano: 1997

É bem provável que você ficou decepcionado com as adaptações dos seus videogames favoritos,  Philip Ko fez esse filme que é digno de um game de luta e dá pra ver que quem fez esse filme, sabe o que é um videogame!

vlcsnap-00001  vlcsnap-00015vlcsnap-00011

No ano 2020, os computadores fazem parte do dia-a-dia da população, podendo fazer qualquer coisa sem ter a necessidade de sair de casa. Brian (Niño Muhlach) é fanático por videogames e ele é muito bom no jogo de luta Techno Warriors, os vilões do jogo, liderados pelo Black Ninja (Philip Ko) e Hell Judge (James Ha), estão frustrados com o fato que são sempre derrotados e decidem ir pro mundo real para pegar o Brian e “pedir” uma ajuda. Twister (Darren Shahlavi) e Cannon (Lee Kwang-Su), são dois policiais do mundo virtual, juntos ao Ken (Monsour del Rosario) e Brenda (Tamara Guo), dois policiais do mundo real, vão ter que lutar para proteger o Brian.

vlcsnap-00005 vlcsnap-00007  vlcsnap-00006

Techno Warriors é pura diversão, tem muitas lutas bem filmadas, energéticas, bem coreografadas e dignas de um videogame, também os personagens são bem dignos de um game de luta dos anos 90. Os efeitos especiais são bem tradicionais e bem “retrô”(especialmente os efeitos dos lasers e das explosões), mas os efeitos especiais são só a ponta desse iceberg cheio de diversão.  O filme foi filmado em sets bonitos nas filipinas. Além dos atores já citados, tem o Winston Ellis e a bela Karin Perathoner.  Techno Warrios é um filme para quem tem saudade do cinema futurista dos anos 90 e também para quem quer muita diversão sem pretensão.

 

Final Justice

438

 

Diretor: Parkman Wong

País: China (Hong Kong)

Ano: 1988

Danny Lee é considerado como a pessoa que “descobriu” o Stephen Chow, Final Justice foi feito antes que o Stephen Chow virasse o rei da comédia de Hong Kong.

1 2 3

 

Boy (Stephen Chow) é um ladrão de carros que trabalha junto aos criminosos Judge (Shing Fui-on), Bull (Tommy Wong) e Chicken (William Ho). Um dos carros roubados pelo Boy é usado por Judge, Bull e Chicken para assaltar um cassino clandestino e durante o assalto, duas pessoas são mortas. Boy é preso pelo Cheung (Danny Lee) e é suspeito de ter participado no assalto. Para comprovar a própria “inocência” Boy é obrigado a colaborar com o Cheung para prender os criminosos.

4 5 6

 

A trama não é nada de especial e as cenas de ação são decentes, mas o que torna esse filme “bom”, são as performances dos atores, Stephen Chow merece destaque (num raro papel “dramático”). Danny Lee, Shing Fui-on, Tommy Wong e William Ho interpretam o tipo de personagens que foram vistos várias vezes em seus filmes (Lee é o super-policial leal, Shing e Wong são os vilões “durões” e Ho é o vilão safado).

Crime of Beast II

111

 

Diretor: David Lau

País: China (Hong Kong)

Ano: 2002

É inacreditável que aquela merda do Crime of a Beast ganhou uma “continuação”, felizmente, esse filme não tem nada a ver com o Crime of a Beast, mas infelizmente, também desta vez, a capa não tem nada a ver com o filme (nem a sinopse atrás da capa está correta!). Esse é um daqueles filmes que foram produzidos pela Matrix Productions, que produziram vários filmes (raramente “bons”), durante a crise do cinema de Hong Kong.

vlcsnap-00001 vlcsnap-00002 vlcsnap-00003

 

O policial Ricks (Alvin Cheung, pelo que eu sei, esse foi o único filme que ele fez), sofre agressões constantes por partes de agiotas, ele foge de Hong Kong e vai pra Malásia em busca de uma nova vida. Ricks consegue um emprego como garçom e ele começa a trabalhar num casamento que está sendo feito num barco, onde a Amy (Grace Lam) está casando com um cara rico. Ivy (Sophie Ngan), é uma ex-namorada do esposo da Amy e ainda está apaixonado por ele, ela decide explodir o barco (a CGI nessa cena é bem tosca). Ricks e Amy sobrevivem e eles se encontram numa ilha deserta, os dois se apaixonam (e transam), mas as coisas mudam quando descobrem que também a Ivy sobreviveu.

vlcsnap-00004 vlcsnap-00005 vlcsnap-00006

Crime of Beast II é um CAT III e o filme é resgatado pelas cenas de nudez (que nem são muitas, mas agradam os fãs do gênero) da Grace Lam. Tem umas trés cenas com uma CGI bem tosca, a trilha sonora é decente (que inclui uma cover do tema musical do filme Os Irmãos Cara- de-Pau) e a história é interessante, Crime of Beast II é recomendado somente aos fanáticos dos CAT III’s, da Grace Lam e para quem quer ver uma versão erótica do filme Náufrago (o filme com o Tom Hanks), só que desta vez, ao invés de ter a bola “Wilson”, tem os peitos da Grace Lam.

Young and Dangerous 5

435

 

Diretor: Andrew Lau

País: China (Hong Kong)

Ano: 1998

Young and Dangerous 5 é talvez o filme mais odiado da série inteira, um dos fatores principais da inferioridade do filme é a falta do personagem do Chicken (o personagem interpretado pelo Jordan Chan), o melhor personagem da série e até pela estranha escolha de trama.

1 2 3

Depois a retrocessão de Hong Kong para a China, os rapazes da Hung Hung percebem que esta na hora de mudar o tipo de “negócios” e o foco é fraudes no mercado imobiliário e enquanto isso, Chan Ho Nam (Ekin Cheng) encontra um  novo inimigo, Szeto Ho Nam (Mark Cheng), que quer tomar controle de Causeway Bay…

4 5 6

 

Esse é o pior filme da série, está cheio de subtramas poucos interessantes (por causa de um roteiro medíocre) e essas histórias de fraudes no mercado imobiliário não são adequadas para esse tipo de filme, prefiro ver as clássicas brigas entre gangues. Umas das coisas que resgatam o filme são os atores, que incluem o Chin Ka-Lok, Shu Qi, Anthony Wong e Danny Lee (interpretando um…policial!), tem também umas duas lutas no final, que regatam o filme. Young and Dangerous 5 é recomendado somente aos fãs da série.