Infernal Street

396

Diretor: San Kong

País: China (Hong Kong)/Taiwan

Ano: 1973

Lançado no brasil com título: O Desafio do Dragão

Num vilarejo da china, uma clínica está recebendo um grande número de viciados em ópio desde que foi aberto um nightclube japonês. As autoridades, não conseguem fazer nada para parar o tráfico de ópio e Chi Shou (Yu Tien-Lung), um dos médicos da clínica, decide resolver esse problema com as próprias mãos.

1 2

Infernal Street é um filme de Kung Fu bem divertido, apesar de não ser nada de especial (na época tinham vários filmes de Kung Fu com uma trama parecida), as lutas (coreografadas pelo próprio Yu Tien-Lung) são decentes, um pouco criativas e violentas. Recomendado somente aos fanáticos dos filmes de Kung Fu dos anos 70.

The Big Fight

378

$(KGrHqF,!l0E65BZvV7SBP!d2144h!~~60_35

 

$(KGrHqF,!l0E65BZvV7SBP!d2144h!~~60_35

 

 

Diretor: Sung Ting-Mei e Suen Sing-Yuen

País: Taiwan

Ano: 1972

A trama do The Big Fight (Conhecido também com os títulos World War of Kung Fu e Blood of the Sun) não é nada de especial, é maís ou menos algo que pode ser visto em vários filmes de Kung Fu da época: O filme se passa durante a ocupação japonesa da China, Chou (Roc Tien/Ping Tien) visita a sua velha escola de artes marciais num vilarejo no norte da China, depois vários episódios que envolvem a resistência chinesa e as forças Japonesas, os invasores Japoneses percebem que várias pessoas desse vilarejo são bem treinadas nas artes marciais e decidem fazer um torneio onde os chineses vão poder enfrentar alguns campeões Japoneses.

1  The Big Fight aka World War of Kung Fu (1972)   Tien Peng, Yee Yuen 1109

 

Apesar de não ser um clássico, The Big Fight é um filme bem divertido, as cenas de luta são bem coreografadas, são furiosas, violentas e sangrentas (o nível da violência chega quase ao nível de um filme do Chang Cheh), tem certos pontos onde o filme fica um pouco lento, mas o resto do filme compensa, The Big Fight vai agradar os fanáticos do gênero.

Shaolin Kung Fu

369

Diretor: Joseph Kuo

País: Taiwan

Ano: 1981

Lançado em DVD com o título Shaolin Temple Strikes Back. Um ano antes do lançamento do filme Templo de Shaolin (o primeiro filme do Jet Li), Joseph Kuo (um dos melhores diretores durante os anos dourados do Kung fu, que não trabalhava por grandes estúdios) fez esse filme com uma trama que não é nada de especial (Os malvados da dinastia Ching Vs Os Shaolins), mas o Kung Fu é bom!

vlcsnap-2013-09-25-21h57m03s160 vlcsnap-2013-09-25-21h58m48s214

Depois um golpe de estado feito pelo general Kong (Chang Chi-Ping), Lung Yi (Chen Shan) se esconde num templo Shaolin junto com a filha do imperador, junto com os monges, Lung Yi aprende o kung fu dos Shaolins, mas um ataque do exército contra o templo é iminente.

vlcsnap-2013-09-25-22h05m38s227 vlcsnap-2013-09-25-22h06m17s117

As cenas de luta são energéticas e coreografadas muito bem (e a batalha final é bem violenta) e o filme tem alguns momentos dramáticos e cômicos (entre eles o Mark Lung que interpreta um monge que fica bêbado mas ainda consegue chutar bundas, que nem A Lenda do Mestre Bêbado, com Jackie Chan e nessas cenas, é possível ouvir o famoso tema musical do Wong Fei Hung!) que não estragam o filme, o filme é rápido, nunca vira chato e é recomodadíssimo.