Techno Warriors

26

 

Diretor: Philip Ko

País: China (Hong Kong)/Filipinas

Ano: 1997

É bem provável que você ficou decepcionado com as adaptações dos seus videogames favoritos,  Philip Ko fez esse filme que é digno de um game de luta e dá pra ver que quem fez esse filme, sabe o que é um videogame!

vlcsnap-00001  vlcsnap-00015vlcsnap-00011

No ano 2020, os computadores fazem parte do dia-a-dia da população, podendo fazer qualquer coisa sem ter a necessidade de sair de casa. Brian (Niño Muhlach) é fanático por videogames e ele é muito bom no jogo de luta Techno Warriors, os vilões do jogo, liderados pelo Black Ninja (Philip Ko) e Hell Judge (James Ha), estão frustrados com o fato que são sempre derrotados e decidem ir pro mundo real para pegar o Brian e “pedir” uma ajuda. Twister (Darren Shahlavi) e Cannon (Lee Kwang-Su), são dois policiais do mundo virtual, juntos ao Ken (Monsour del Rosario) e Brenda (Tamara Guo), dois policiais do mundo real, vão ter que lutar para proteger o Brian.

vlcsnap-00005 vlcsnap-00007  vlcsnap-00006

Techno Warriors é pura diversão, tem muitas lutas bem filmadas, energéticas, bem coreografadas e dignas de um videogame, também os personagens são bem dignos de um game de luta dos anos 90. Os efeitos especiais são bem tradicionais e bem “retrô”(especialmente os efeitos dos lasers e das explosões), mas os efeitos especiais são só a ponta desse iceberg cheio de diversão.  O filme foi filmado em sets bonitos nas filipinas. Além dos atores já citados, tem o Winston Ellis e a bela Karin Perathoner.  Techno Warrios é um filme para quem tem saudade do cinema futurista dos anos 90 e também para quem quer muita diversão sem pretensão.

 

Muslim .357

Image

Diretor: Fernando Poe Jr.

Roteiro: Alex M. Sunga, Fred Navarro

Ano: 1986

País: Filipinas

Estúdio: EDL Productions

É bem raro ver filmes de ação com um muçulmano que não seja um terrorista que fica gritando “Allah Ackbar”, provavelmente, a intenção do Fernando Poe Jr (Fernando é considerado como o “rei do cinema Filipino”) era fazer um filme de ação com um protagonista muçulmano (e mostrar a comunidade muçulmana sem nenhum tipo de estereótipos).

Image

Image

O policial Jamal Rasul (Fernando Poe Jr), tem a missão de investigar sobre as atividades de uma perigosa gangue na cidade de Manila. Depois um tiroteio, onde morre um policial e alguns bandidos da gangue, o líder da gangue consegue descobrir que Jamal é um policial, agora, a vida do Jamal está em perigo, mas felizmente, ele é bem “bad-ass” e sabe usar a Magnum .357 que nem o Harry Callahan.

Image

Image

As cenas de ação não são nada de extraordinário, mas o filme é surpreendentemente violento (e não tem medo de quebrar um tabu bem especifico, que na maioria das vezes é “off-screen”) e o personagem principal é carismático e o filme não perde muito tempo em conversas sobre religião. Muslim .357 foi bem recebido pela comunidade muçulmana das Filipinas, foi tão bem recebido que durante algumas sessões nos cinemas, alguns espectadores traziam pistolas e atiravam contra a tela nas cenas onde os vilões tentam matar o Jamal.

Recomendado pra quem quer ver um filme de ação Filipino “bom”.